O presidente da comissão especial da Reforma da Previdência na Câmara, deputado Carlos Marun (PMDB-MS), informou ontem que a previsão de aprovação da proposta na Casa é de antes do começo do recesso parlamentar, previsto para iniciar em 15 de julho.

 

O peemedebista pedirá ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a quem cabe pautar a matéria, para marcar o início da votação para o final de junho, entre os dias 25 e 26.

 

“O calendário que devemos e vamos seguir é a aprovação na Câmara em primeiro e segundo turnos ainda no primeiro semestre”, declarou Marun à agência Estadão Conteúdo.

Segundo o presidente da comissão, caso a votação comece até 25, 26 de junho, haverá tempo hábil para concluir a apreciação da matéria até 15 de julho.

 

Maia já havia dito em outras entrevistas que pretende colocar a votação da reforma no plenário antes do início do recesso parlamentar. Ele não deu, porém, uma data específica para o início da votação.

Fonte: O Dia

Deixe uma resposta